Casquinhas

“Estranha relação tenho comigo mesmo
quando cercado de problemas não consigo distância segura da mente que me prende a atenção nos coloridos alfinetes do mural purgatório
quando no regozijo dos prazeres da vida, desatento, vou para tão longe de mim mesmo e me perco dos momentos felizes

tudo passa sem freio

nessa incoerente relação masoquista, do eu comigo mesmo, toda distraída atenção insiste em ressuscitar angústias a reviver tantas parcelas de gozo adormecidas

difícil é resistir a tentação de arrancar as casquinhas das feridas”

(batschauer)

DSCF0418

Anúncios

Uma resposta em “Casquinhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s