Líquido ou Sólido?

Caminhamos lado a lado no meio da multidão.
Espremidos uns nos outros, andamos em constante solidão.
Multidirecional é esse vai e vem frenético,
causa de relacionamentos modernos, de múltiplas identidades,
de facilidades e dessabores.

Nas bocas, repete-se o discurso:
– Viva à liberdade, à independência, à vaidade!
Nas cabeças vazias, ecoam o auto-engano, a despersonalização do ser e o pseudo-intelecto.

Ora perdidos na falta de estima, ora no excesso.
Então, usamos uns aos outros para preencher vazios emocionais.
Abusamos da carência alheia para remediar as próprias deficiências.
Amadurece o aprendizado enquanto multidões de mentes robotizadas disputam o mesmo espaço.
Cresce o abismo entre todos que estão confinados no mesmo mundo.

Utopia é basearmos a própria felicidade nos modelos vizinhos.
Sofismos ditam que todos sentem igual e aspiram as mesmas coisas.
Inalterável realidade que expõe mais uma ferida social carente de cuidados.

Talvez o sentimento aut‭êntico nos falte. A livre e expontânea alegria celebrada,
a da contrapartida gratuita. Aquele que dá o respeito e recebe a admiração,
que equilibra sentimento e razão. Que zela e educa. O anestésico para
o dualismo humano.

(batschauer)

DSCF0346

Foto: Marcelo P. Batschauer

Anúncios

Uma resposta em “Líquido ou Sólido?

  1. Antiga.
    Ainda conservo autênticos sentimentos.
    E sinto saudade do meu amigo, das nosas conversas no intervalo das nadadas lá na piscina.
    Sólida amizade, daqui deste lado. Ainda.

    Beijão, Marcelo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s