Esboço para a teoria das emoções

Existencialista? Marxista? Para quem deseja desvendar um pouco
mais sobre o conhecimento de Jean-Paul Sartre no papel de
filósofo, indico a leitura do "Esboço para a teoria das
emoções". Leitura quase que obrigatória antes de mergulhar na
sua principal obra filosófica: "O ser e o nada".

Como o próprio autor conclui, a obra
destina-se a servir de experiência para
a constiuição de uma psicologia
fenomenológica. Mostra, com algumas 
ressalvas, que um fato psíquico como a emoção,
ordinariamente visto como uma desordem sem
lei, possui uma significação própria e não
pode ser captado nele mesmo sem a compreensão
dessa significação. Dentre os pensadores
modernos, neste, a eloquência dos
pensamentos impressiona. Por tratar
objetivamente de uma matéria demasiado
complexa, arrisco dizer, necessariamente impírica, pelo
simples fato de só podermos projetar a emoção se existirmos,
independentemente de sua essência, como um fenômeno
exclusivamente humano. 

Diz Jean-Paul Sartre: "O Homem está condenado à liberdade".
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s